Início         LEP-Imagens          LEP-Listas        Outras ordens         Publicações         Pôsteres          Orientações          Curiosidades          Links         

==========================================================================================================

                                                C U R I O S I D A D E S    S O B R E    I N S E T O S

Os machos da vespinha neártica Dicopomorpha echmepterygis Mockford, 1997 (Hymenoptera, Mymaridae), são os menores insetos adultos conhecidos (139µm de comprimento). 

Thysania.jpg

A mariposa Thysania agrippina  (Cramer, 1776) (Lepidoptera, Noctuidae), ocorrente no Brasil, é o inseto atual com maior envergadura alar (31cm)

O casulo do bicho-da-seda, Bombyx mori (Linnaeus, 1758) (Lepidoptera, Bombycidae) é formado por fio de seda com cerca de 1,6km de comprimento.

Bicho-pau2.jpg

O  bicho-pau Phryganistria chinensis Zhao, 2014 (Phasmatodea, Phasmatidae), encontrado na China, é o inseto atual que tem o corpo de maior comprimento. (37cm)

  Dactylopius_coccus.jpg

O  carmim, usado em tintas, cosméticos e como aditivo alimentar, é um corante natural vermelho, produzido pela cochonilha Dactylopius coccus (Costa, 1829) (Hemiptera, Dactylopiidae), que suga cactáceas, sendo muito explorado no México.

O maior inseto conhecido, com 45cm de comprimento e envergadura alar de 75cm, é †Meganeura monyi  Brongniart, 1885 (Odonata. Meganeuridae), fóssil do Carbonífero (±300 milhões de anos), de aspecto similar às atuais libélulas.

 

A lagarta de Lonomia obliqua (Walker, 1855) (Lepidoptera, Hemileucidae), conhecida pelo nome de lagarta-assassina, possui pelos urticantes capazes de produzir hemorragias quando tocados, e até mesmo causar o óbito.

As formigas tocandiras, Paraponera clavata (Fabricius, 1775) (Hymenoptera, Formicidae), são usadas pelos indígenas em rituais para testar a coragem dos jovens e sua capacidade para aguentar severas dores, quando passam a ser guerreiros.

As espécies do gênero Hylesia (Lepidoptera, Hemileucidae) são mariposas neotropicais que apresentam as asas e o corpo revestidos de diminutas escamas, causadoras de fortes dermatites nos pontos de contato com o corpo humano.

A rainha do cupim africano, Macrotermes bellicosus (Smeathman, 1781)   (Isoptera, Termitidae) tem um comprimento de 110 mm e produz mais de 30.000 ovos diariamente.

 

  

Os machos de Acrocinus longimanus (Linnaeus, 1758) (Coleoptera, Cerambycidae), conhecido como arlequim-da-mata, ocorrente nas Américas, possui envergadura de pernas anteriores (30cm) muito superior ao comprimento do corpo (6,6cm).

 

O maior número de ecdises nos insetos é da falsa-traça Thermobia domestica (Packard, 1873) (Thysanura, Lepismatidae) (60, incluindo tanto fases imaturas como também adulta).

   As dolorosas picadas da pequena formiga Solenopsis invicta Buren, 1972 (Hymenoptera, Formicidae), conhecida pelos nomes de formiga-de-fogo e lava-pés, nativa da América do Sul, podem provocar sérias reações alérgicas levando ao choque anafilático e até conduzir ao óbito, quando pessoas atacadas não procuram recursos médicos imediatos.
   
  
As moscas tsé-tsé Glossina spp., especialmente G. palpalis (Robineau-Desvoidy, 1830) (Diptera, Glossinidae), ocorrentes na África, são responsáveis por várias leishmanioses, provocando em humanos a doença-do-sono, capaz de levar à morte.
    
 

Os insetos que em condições naturais apresentam o maior ciclo vital são as cigarras periódicas dos 17 anos, Magicicada septendecim (Linnaeus, 1758) (Hemiptera, Cicadidae), ocorrentes na região Neártica.

   

 

                                                                        Contato:
                                                         E-mail:
ecorseuil@gmail.com